Select Menu

Slider

Cidade

Esportes

Educação

Saúde

Publicidade

Polícia

» » Torcedor assassinado na Capital inspira nova lei
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga




Antônio Nunes, de 32 anos, Palmeirense, estava em uma roda de amigos, conversando e tomando tereré, quando de repente o assunto Futebol entrou em pauta. Todos sabem que política, futebol e religião não se discutem, mas insistiram no assunto e começou a discussão.
No calor da discussão, Antônio soltou um apelido ao amigo São Paulino: “Bambi”. Furioso, o rapaz ficou cego de raiva e partiu para agressão. E como sempre, esse tipo de discussão que não leva a nada, acabou em morte. Nunes, irritado com os tapas que levou, sacou sua arma que portava, e acabou tirando a vida do amigo.
Ontem, 19, a Câmara Municipal aprovou a lei que proíbe o uso do apelido que acarretou até morte na cidade. Lei 12.954, Parágrafo Terceiro diz: “É expressamente proibido chamar os Bambis de Bambi em Campo Grande. Tal palavra proferida constitui crime, e ainda processo por calúnia e difamação”. As vendas do filme da Disney “Bambi” foram proibidas, e inclusive as Locadoras tiveram que retirar o filme da prateleira, algumas até mudaram o nome do filme para tricolor pailista.


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe um Comentário